O deputado estadual Luciano Nunes (PSDB), pré-candidato a governador do Piauí, disse em entrevista na manhã desta quarta-feira (18/07), no programa Notícias da Manhã, da TV cidade Verde, que o MDB pode compor a chapa que disputará o governo do estado nas eleições de 2018.

MDB pode compor chapa majoritária ao lado de Luciano Nunes (Foto: Divulgação)

O partido que até então era dado como certo na composição da chapa majoritária do Partido dos Trabalhadores (PT), pode mudar seu direcionamento após o governador Wellington Dias (PT), pré-candidato a reeleição, ter anunciado na noite desta terça-feira (17/07), que a vaga de vice não seria dada a Themístocles Filho, presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, que postulava pleitear o cargo.

“O que nós percebemos é uma soberba, uma postura arrogante e prepotente por parte do governo. Acham que podem decidir a coisa entre quatro paredes, fazer um arranjo de uma chapa de qualquer jeito, sacando inclusive aliados que estavam no governo até agora, prestando serviços ao governo, como é o caso do presidente Tehmístocles, da Assembleia Legislativa do Piauí”.

De acordo com ele, a informação que teve ontem, é de que Themístocles não fará mais parte da chapa majoritária do PT. “Ele foi sacado da chapa, quando seu nome na chapa já estava propagado durante todo esse semestre”, comentou Luciano.

“Eu não posso falar pelo deputado Themístocles, nem pelo MDB. Não vi ainda nenhuma manifestação pública deles, e prefiro aguardar. As informações noticiadas dão conta de que o presidente Themístocles foi sacado da chapa de uma forma violenta, até, e desrespeitosa”, completou.

Dê sua opinião:

Tags
           

Veja também