Georgia Nunes (Foto: Vitor Sousa/Portal O Estado)

A advogada Georgia Nunes, que disputaria a eleição da OAB-PI que está acontecendo desde as 9h da manhã deste sábado (24/11), disse ao Portal O Estado, que espalharam uma nota com informações falsas a respeito da sua desistência.

A nota em questão, afirmava a desistência pela disputa da presidência da OAB-PI para o biênio de 2019-2020, e que assim, não apoiaria nenhuma das outas chapas que ainda permaneciam.

"Conforme anunciamos ontem, chegamos a uma situação que percebemos que 70% da advocacia, ou seja, a estrondosa maioria, não deseja a permanência da situação. A eleição de qualquer das quatro chapas, com 30% dos votos, não representa a legitimidade da maioria da advocacia", disse a advogada.

Ela garantiu também que foi vítima de Fake News, a respeito do assunto. "Infelizmente essa nota foi mais uma Fake News produzida pela situação, ou pelos demais candidatos. É um absurdo, o que a gente viu acontecer ao longo dessa campanha", completou.

Dê sua opinião:

Tags
         

Veja também