Representantes de partidos que estão formando a chamada “chapinha” se reuniram nesta segunda-feira (21/05) para traçar estratégias eleitorais e decidiram não fazer acordo fechado para apoio a candidatos ao governo do estado. De acordo com o presidente estadual do PPS, Celso Henrique, os partidos estão livres para se aliar a qualquer candidato.Chapinha se reúne para traçar estratégias eleitorais (Foto: Divulgação)

“O que ficou definido é que a prioridade dos partidos é na chapa proporcional. A gente não conversa de maneira isolada com A, com B, ou com C, em relação a [chapa] majoritária. Agora assim, cada partido pode seguir conforme suas convicções ou então a grande maioria estar de um determinado lado”, explicou.

Celso garante ainda que não existe nem mesmo posicionamento quanto a apoio a situação ou oposição. 

“Vai ser o contrário agora. Eles vão ter que vir conversar com a gente. Existe a pré-campanha, nossos pré-candidatos têm que começar a andar e não dá para a gente se prender muito na questão majoritária porque, enquanto isso, os pré-candidatos tradicionais já estão no campo”, completou.

Dê sua opinião:

Tags