A Seja Digital, entidade não governamental e sem fins lucrativos responsável pelo processo de migração do sinal de TV no Brasil, e a população de Teresina passam por uma importante etapa. Às 23h59 desta quarta-feira, 30, o sinal analógico de TV será desligado em Teresina, Demerval Lobão, Lagoa do Piauí, Nazária e Timon (MA). A decisão foi tomada pelo Gired, grupo liderado pelo presidente da Anatel, Juarez Quadros, e homologada por Gilberto Kassab, Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), após apresentação da pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência, que aferiu que 92% da população desta região já está preparada para receber o sinal digital. A partir de 31 de maio, só será possível assistir à programação da TV aberta pelo sinal digital, que traz muito mais qualidade de som e imagem, sem interferências, fantasmas ou chuviscos.

Sinal digital será a única forma de assistir TV a partir de 31 de maio em Teresina e região (Foto: Reprodução)

O trabalho realizado nos últimos meses pela Seja Digital teve como principal objetivo não deixar ninguém para trás. Para isso, a entidade contou com o apoio de diversos parceiros, entre eles as prefeituras dos 5 municípios, o Governo do Estado do Piauí, mais de 470 voluntários e mais de 430 servidores, que atenderam a população nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS). O trabalho de mobilização social, realizado em conjunto com a campanha nas TVs, rádios, jornais, impressos, portais e redes sociais, permitiu que a informação sobre a mudança no sinal de TV chegasse aos mais de 1 milhão de moradores.

Para apoiar a população na instalação na antena digital e do conversor, equipamentos que permitem que televisores antigos tenham acesso ao sinal digital, a Seja Digital, em parceria com a Fundação Educare, capacitou 100 antenistas que atuaram em 260 mutirões. O trabalho desses profissionais alcançou diversos bairros e comunidades, contabilizando mais de 7,6 mil instalações gratuitas. Além disso, para facilitar o acesso da população ao sinal digital, a entidade fechou parcerias com o varejo local. Foram realizados 26 Feirões Digitais em lojas, além do Feirão Digital Itinerante, que percorreu diversos bairros oferecendo antenas digitais e conversores a preços mais acessíveis.

"Tivemos muitos parceiros durante todo esse processo e isso nos ajudou bastante. Muitos líderes comunitários e voluntários também abraçaram a causa da Seja Digital fazendo com que a informação chegasse mais rápido às pessoas. Além do empenho de mobilizadores, agentes comunitários, promotores, antenistas, servidores, lojistas e voluntários. Os veículos de comunicação também atuaram como importantes multiplicadores das informações”, afirma Luciane Soares, gerente regional da Seja Digital em Teresina.

O líder comunitário Albertino Ribeiro da Silva foi um desses agentes multiplicadores. Residente na zona norte de Teresina, ele abriu as portas de sua casa para realização de reuniões com outros líderes da região. “Me senti muito bem em ajudar representando a zona norte nesse processo e levando informação às pessoas. Muitas delas estavam aguardando uma oportunidade para atualizar seus dados e ficaram ainda mais felizes em ganhar o kit gratuito”, disse Albertino.

Até o momento, a Seja Digital distribuiu mais de 130 mil kits gratuitos, com antena digital e conversor, que permitiram que as famílias de menor renda continuassem assistindo aos canais abertos de televisão. Mesmo após o desligamento do sinal analógico, a entidade continuará distribuindo os kits gratuitos por pelo menos mais 30 dias.

Nos pontos de retirada, as famílias também recebem um treinamento sobre como realizar a instalação da antena digital e do conversor para que possam assistir aos seus programas favoritos com muito mais qualidade de som e imagem.

Além dos canais de atendimento, os agendamentos também foram realizados em ações de mobilização social, como as Caravanas da TV Digital, mutirões de agendamentos, blitz, entre outros. Ao todo, mais de 23 mil agendamentos foram feitos nessas ações. Na residência do casal Silvestre das Chagas e Ivone Ferreira, assistir à TV com a qualidade digital é motivo de alegria. “Aqui em casa estamos todos felizes. Antes nossa TV pegava apenas um canal e hoje temos vários canais funcionando com muito mais qualidade”, afirma Ivone.

Lilian Gomes de Assunção também é um exemplo. Ela está inscrita no Programa Bolsa Família, agendou e retirou seu kit gratuito e após fazer a instalação anotou o código para participar da Instalação Premiada, promoção realizada pela Seja Digital. Lilian foi uma das vencedoras já no primeiro sorteio. Moradora de Timon (MA), ela ficou maravilhada ao saber que havia sido comtemplada com R$2 mil reais. “Quando soube que tinha ganhado quase não acreditei, pensei que estavam fazendo uma brincadeira comigo. Depois liguei para a central e confirmei que iria receber o prêmio. Fiquei muito feliz, além de ter uma TV com imagem muito melhor, esse dinheiro veio em ótima hora”, conta.

As ações realizadas pela Seja Digital e diversos parceiros durante os mais de 4 meses de trabalho na região mobilizaram milhares de pessoas. As Patrulhas Digitais, por exemplo, envolveram cerca de 300 voluntários, que percorreram mais de mil casas com o objetivo de informar e orientar a população, além de auxiliar na instalação dos equipamentos.

As escolas também tiveram grande importância no projeto. Cerca de 205 instituições de ensino apoiaram o trabalho, permitindo a realização de ações que impactaram mais de 60 mil alunos. As Caravanas da TV Digital nas Escolas, apresentações culturais com a temática da TV Digital; edições da ExpoDigital, exposição sobre a diferença entre o sinal analógico e o digital; e o Papo Digital, palestras para os alunos sobre a transformação da televisão brasileira e a migração do sinal de TV, são alguns exemplos.

“O resultado alcançado só foi possível porque tivemos a ajuda de todos. Esse momento com certeza é um marco na história da região e mudará a vida de muitas pessoas que agora terão som e imagem de qualidade na sua TV”, completa Luciane Soares, gerente regional da Seja Digital.

A expectativa é que a região de Teresina siga os passos de Brasília, São Paulo e Recife, e em pouco tempo 100% dos domicílios tenham acesso ao sinal digital. Os canais de atendimento também continuarão à disposição da população para oferecer todo suporte necessário mesmo após o desligamento. O site www.sejadigital.com.br e a central telefônica 147 (ligação gratuita) continuam disponíveis para os moradores que ainda tiverem dúvidas sobre como se preparar para o sinal digital.

Sobre a Seja Digital

A Seja Digital (EAD - Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV) é uma instituição não governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018.

Dê sua opinião:

Tags