O forte calor do b-r-o-bró aumentou em cerca de 27% as vendas de frutas na Nova Ceasa, segundo relatório divulgado pela coordenação de mercado, nesta segunda-feira (30), nas quatro primeiras semanas de setembro. Com sensação térmica que chega a 39°C, provocou uma maior saída de frutas ricas em água, como melancia, laranja, maracujá, coco verde e abacaxi. O percentual de crescimento foi calculado em comparação ao meses de julho e agosto deste ano.

“O verão, aqui para os piauienses, começou com tudo. As escolas, creches, redes de restaurante, hoteis, empresas em geral, assim como as donas de casa, investem mais no consumo de frutas e sucos naturais para hidratar o organismo. Crianças e idosos, segundo especialistas de saúde, merecem hidratação ainda mais especial nessa época. COm isso, as vendas disparam”, disse o coordenador de mercado da Nova Ceasa, Marcos Massaranduba.

Vital Pereira Barbosa, que comercializa melancia no mercado há 16 anos, afirma que este é o melhor período de vendas do ano. “Aumenta muito o consumo e, para atender à demanda dos consumidores, eu chego a comprar uma quantidade superior de melancias, para que não falte. Meu fornecedor, que produz a fruta na região de Petrolina, em Pernambuco, já sabe que preciso de mais melancia aqui e não me deixa na mão. O preço é acessível, cerca de R$ 0,80 o quilo, em média; sem contar que a fruta é refrescante, hidrata, doce e muito saborosa”, disse o permissionário.

Segundo a nutricionista Marynea Marin, nessa época que é a mais quente, o corpo necessita de hidratação em dobro, por conta da exposição ao sol com mais frequência e aumento da transpiração. As frutas que possuem mais água na composição cumprem o papel de auxiliar na reposição de água e sais. “O ideal é ingerir de três a cinco frutas ao longo do dia, seja in natura, junto à refeição, ou nos formatos de suco. É importante diversificar ao máximo a escolha das frutas, para ter um aporte de vitaminas mais completo. Em um país tropical como o nosso, quanto mais variedade de frutas melhor", afirma Marynea.

Por conta do calor, as frutas podem ser armazenadas na geladeira, o que vai garantir não só a conservação por mais tempo, mas também uma sensação de refresco no consumo. Para evitar que a fruta escureça, o chamado escurecimento enzimático, a nutricionista dá a dica de espremer um pouco de limão quando ela for cortada. "No calor, a fruta amadurece mais rápido, e se uma estiver muito madura influencia as outras. Por isso, guardar na geladeira o alimento higienizado e seco é a melhor forma", aconselha Marin.

A Nova Ceasa funciona das 4h às 13h, de segunda a sábado, e está localizada na avenida Henry Wall de Carvalho, número 5000, bairro Tabuleta, zona sul de Teresina. O mercado conta, atualmente, com aproximadamente 700 permissionários que comercializam em boxes e módulos ao longo dos dez galpões do entreposto.

Dê sua opinião:

Tags