Portal O Estado

PPP do Centro de Convenções passa por reformulações

Alterações no projeto foram apresentadas a empresas interessadas.

Empresas privadas e órgãos da administração pública estadual participaram, na manhã desta terça-feira (15), da Audiência Pública sobre a concessão de uso do Centro de Convenções de Teresina. Após sessão de licitação deserta, sem a presença de empresas interessadas, o projeto de parceria com o setor privado passou por reformulações nos aspectos técnicos e econômico-financeiros para ser colocado novamente à disposição do mercado.

A superintendente de parcerias e concessões, Viviane Moura, destaca que o projeto inicial levava em consideração a etapa de obra, com base em um projeto de engenharia existente na Secretaria de Estado do Turismo. Após os ajustes, segundo a gestora, o foco da parceria é na operação do equipamento.

“A concessão de uso tem como foco fazer com que o equipamento comece efetivamente a funcionar. A obra é meio para que a gente atinja esse objetivo. A gente tirou muito o foco da obra, conseguiu tirar alguns excessos que pesavam muito no Capex de investimento e acredito que agora está bem mais atrativo e vai atender o que a sociedade espera”, ponderou Viviane Moura.

De acordo com o projeto apresentado nesta terça, o privado deverá fazer um investimento inicial de cerca de R$ 6 milhões. A empresa contratada ficará responsável por modernizar, operar e manter o equipamento durante 20 anos, além de fomentar o turismo de eventos, negócios e cultural.

Presente nas discussões, Dirk Zobiak, representante do Grupo Arrey, destacou que foi possível esclarecer dúvidas sobre o projeto e o papel do estado no fomento aos negócios na área. “Acredito que foram trazidos alguns pontos importantes para atrair mais a iniciativa privada para essa obra que é muito importante para o Estado do Piauí e para a cidade de Teresina. A cidade realmente precisa de um Centro de Convenções”, disse.

O Centro de Convenções está localizado no centro cívico de Teresina, a apenas dez minutos do aeroporto e próximo de uma variada rede de hotelaria, restaurantes, espaços culturais e de lazer. Para a secretária de Turismo, Carina Câmara, o equipamento é muito importante para ampliar o turismo de negócios, permitindo que o Estado receba eventos maiores e movimentando toda a rede turística, especialmente da capital.

“O turismo é uma rede muito ampla. Às vezes, as pessoas acham que não fazem parte do turismo, mas tudo faz parte do turismo, porque ele mexe com a cidade toda. Um Centro de Convenções agrega muito valor dentro da comunidade. Então, é muito importante o término dessa obra. Acreditamos muito nesse projeto de PPP e acredito que em breve a gente já vai ter um concessionário, vai ter esse centro de convenções funcionando e pronto para atender à população de Teresina e de todo o Piauí”, completou a secretária.

A consulta pública do projeto permanece disponível até o dia 17 de outubro no site www.ppp.pi.gov.br. As sugestões podem ser encaminhadas para o e-mail [email protected] A expectativa é de que nos próximos dias seja lançado o novo edital de licitação, com previsão para contratação até dezembro deste ano.

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: