A Polícia do Piauí prendeu na manhã desta sexta-feira (26/04), quatro acusados de envolvimento no incêndio criminoso de ônibus coletivos de Teresina, ocorridos em Março deste ano. A Operação foi denominada Ignis, que significa fogo em latim. 

Leonardo Oliveira da Costa (conhecido como Léo Gordinho), Alandilson Cardoso Passos, Jardielson dos Santos Souza (conhecido como Dielsin do Afegão) e John Pablo Ferreira de Araújo foram presos. Além deles, um menor identificado pelas iniciais W.M.C.G foi apreendido. 

Outros cinco alvos da operação já estavam presos no sistema prisional do Piauí. São eles: Marcos Willian da Silva (conhecido como Butiê), Gregório Rodrigues de Sousa (o Psico), Matheus Pierre dos Santos (Guerreirinho), Tiago Henrique Portela Gomes (o Fantasma) e Antoniel Kelson dos Santos (conhecido como Toniel).

A ação da Secretaria Estadual da Segurança Pública, através do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), aconteceu em conjunto com a Diretoria de Inteligência da SSP, DEPRE, POLINTER e DNARC de Timon (MA). A operação resultou em 11 mandatos de busca e apreensão e na acusação de 10 pessoas.

Dê sua opinião:

Tags