A Polícia Civil do Piauí, através do GRECO e em parceria com as Polícias Civil e Rodoviária de Caixas, no Maranhão, efetuaram as prisões de quatro pessoas por receptação e apreenderam cargas avaliadas em cerca de R$ 1 milhão. As cargas haviam sido roubadas em Imperatriz (MA), Valença (PI) e em Minas Gerais.

 

A primeira prisão ocorreu na última sexta-feira (15/02), em Caxias, após fiscalização de rotina na BR-316. Na averiguação, foi constatado que Francisco da Silva Coelho Filho e Luis Carlos da Silva Coelho, transportavam uma carga de leite que havia sido roubada em Imperatriz, no Maranhão. 

Em interrogatório, Francisco indicou a existência de um galpão em Caxias que guardava uma carga de café que havia sido roubada em Minas Gerais. 

As diligências avançaram para Teresina onde, na empresa Futura, situada no bairro São João, na zona Sudeste da capital, foi apreendida mais cargas de leite e café. Na empresa, foi preso Francisco de Assis Costa Filho, acusado de receptação. 

Em outra diligência, dessa vez em Timon, no Maranhão, foi apreendida um carga de leite na Distribuidora DN. A carga havia sido roubada há 10 dias em Valença do Piauí. 

De volta à Teresina, a Polícia chegou a empresa Atacadão do Bosco, na Avenida Presidente Kennedy, zona Leste de Teresina, onde foi encontrada a segunda parte da carga de leite roubada que deu início às investigações. No local, foi preso Regis Gomes Noronha Mota. 

As prisões, todas por receptação qualificada, devido terem sido praticadas no âmbito de atividade comercial, foram todas comunicadas ao Poder Judiciário e as investigações vão apurar a participação de outros empresários com a receptação de cargas roubadas.

Dê sua opinião:

Tags