Portal O Estado

Piauí Fomento terá incremento de R$ 30 milhões para apoio a pequenos negócios

Em 2019, agência alcançou a marca de R$ 5 milhões em financiamentos diversos, com inadimplência abaixo de 1%.

O governador Wellington Dias anunciou, nessa terça-feira (15), aporte de R$ 30 milhões para apoio a pequenos negócios no Piauí. Em reunião com a diretoria da Agência Piauí Fomento, o chefe do Executivo piauiense conheceu o balanço das atividades do órgão, indicando condições propícias para apostar nesse segmento da economia. Em 2019, agência alcançou a marca de R$ 5 milhões em financiamentos diversos, com inadimplência abaixo de 1%.

“O Estado está se preparando para avançar nessa área. São duas etapas de R$ 15 milhões, totalizando R$ 30 milhões, onde, com isso, vamos ampliar a capacidade de investimentos para os pequenos”, assegurou Dias.

Com 500 clientes na carteira, a Piauí Fomento atua em parceria com bancos populares presentes nas cidades de Esperantina, Porto, São João do Arraial e Pedro II. A agência oferece recursos com juros atrativos, para fomentar empreendimentos, que vão desde criação de galinhas caipiras, até pequenas fábricas. Os créditos variam de R$ 2 mil até o teto verificado na capacidade de pagamento. 

A agência anuncia também uma parceria com o Sebrae, para aumentar a capilaridade e poder atuar em cidades de outras regiões do estado. Escritórios do Sebrae em Parnaíba, Piripiri, Teresina, Picos, Floriano, Bom Jesus e São Raimundo Nonato ficarão autorizados a identificar e encaminhar à Piauí Fomento, empreendimentos que se enquadrem no perfil atendido.

“O Sebrae tem expertise, conhece as pequenas empresas, sabe as necessidades de cada uma. Nos aliamos a uma instituição com largo conhecimento. Com isso, planejamos expandir os negócios no estado do Piauí”, ressaltou Luís Carlos Éverton, diretor da Agência Piauí Fomento.

Participaram da reunião com o governador, representantes dos conselhos fiscal e administrativo da Piauí Fomento e o diretor Luís Carlos Éverton; o corregedor-geral do Estado, Hilo Almeida; e o superintendente de Receita Estadual, Antonio Luis Soares.

Dê sua opinião:

Tags

Veja também: