A um ano das definições partidárias visando as sucessões municipais – o calendário eleitoral determina que as convenções das legendas ocorram entre 20 de julho e 5 de agosto de 2020 – nomes surgem como possíveis pleiteantes à disputa pela Prefeitura de Nazária. A prematura largada da corrida pelo Palácio de Ubaldo Nogueira agita os bastidores políticos: já há articulação para prováveis alianças.

No xadrez eleitoral, aparecem nomes de vice-prefeito, ex-prefeito, vereadores, e outros que nunca ocuparam cargos políticos ou foram testados nas urnas.

Cientistas políticos acreditam que a figura do não político deve surpreender. Com um debate ideológico, direita versus esquerda, não será suficiente. Terá mais atenção (do eleitorado) quem defender projetos e programas que visem criação de empregos e retomada econômica regional.

Com essa nova toada surge um novo nome nos bastidores da política do municipio, o procurador Rodrigo Castelo Branco. O que se sabe é que com o apoio de senador, deputados e inclusive secretários do Estado.

Seria uma grande surpresa para as eleições municipais de Nazaria em 2020. O fato é que sem vínculos políticos, e fiel defensor do Município na Procuradoria, está chamando a atenção de grandes apoiadores políticos.

O nome de Rodrigo já foi cogitado em eleições anteriores, mas que ganha força frente aos radares das prováveis pré-candidaturas, surgindo como alternativa de renovação para a envelhecida, descontente e viciada política.

Rodrigo, não possui filiação partidária, ostenta um currículo que chama a atenção. Aos 36 anos, é procurador, advogado e administrador. Também especialista em direito tributário e administração de empresas. Possui experiência em Administração Pública, tendo em vista que trabalha na defesa do município.

Dê sua opinião:

Tags
             

Veja também