Com o firme propósito de resgatar o carnaval de São Raimundo Nonato, que já foi considerado um dos maiores do Piauí, o bloco A Maior Bagaceira do Mundo, promete muita folia na época mais animada do ano.


O que começou como uma diversão, onde amigos se reuniram por "falta de opções” na cidade, virou um grande evento e, no seu segundo ano de existência, o Bloco A Maior Bagaceira do Mundo está buscando temas importantes que tratem das adaptações milenares à cultura popular.


E esse ano o bloco traz o tema da “Rosa Indiana”, que segundo o diretor geral do bloco, Júlio Ferreira, a representatividade das Rosas trazem paz e harmonia para a festa popular mais esperada do ano, pois a arte está relacionada ao universo feminino.

“Em tempos em que devemos respeitar cada vez mais as mulheres e lutar contra atos de violência que acontecem todos os dias no nosso país, essa é uma forma de representar e apoiar esta causa", afirmou Julio.


O abadá da Maior Bagaceira do Mundo, custa R$ 60 com direito aos três dias de folia, além da grande feijoada do Bloco no Domingo.


Dê sua opinião:

Tags