Um dos ícones da televisão brasileira, Gugu Liberato, 60, deixou uma fortuna milionária como herança, após a sua morte anunciada na última sexta (22). Em março deste ano, o apresentador ficou em 7º lugar no ranking das 10 pessoas famosas mais ricas do país, segundo a revista Forbes Brasil. O valor estimado de sua fortuna é de R$ 170 milhões. 

Na lista da Forbes Brasil, Gugu estava na frente de grandes nomes como Ana Maria Braga, Roberto Justus e a cantora Daniela Mercury. Em sua frente, liderava o ranking, na ordem; Silvio Santos, seu ex-patrão do SBT, Xuxa, Pelé, Ivete Sangalo e Gisele Bündchen.

Além dos trabalhos na TV, aonde já passou pelas emissoras SBT e Record, Gugu se arriscou no ramo de empreendedorismo. Em 1997, o apresentador foi sócio de um canal de televisão no Mato Grosso, a TV Pantanal, detendo 19% das ações da Pantanal Som e Imagem. 

Gugu também fechou um acordo de cessão dos estúdios da produtora GGP para a produção paulista da programação da Rede JB, antiga CNT. Ele detém apenas 25% de participação na unidade da Rede Graal, localizada em Barueri, São Paulo. Entretanto, o seu sucesso na TV fez com que ele conseguisse atingir o público infantil. O CD "Gugu Para Crianças", de 2002, foi premiado como disco de ouro e vendou mais de 100 mil cópias no Brasil. A música "Pintinho Amarelinho" virou sua marca registrada.

Dê sua opinião:

Tags