Pedro Bial recebeu nesta segunda-feira (23/09), dois artistas que atuam, dançam, cantam, fazem teatro, cinema e televisão: Ícaro Silva e Jesuíta Barbosa. Entre debates sobre trabalho, sexualidade e identidade negra, Ícaro contou no Conversa Com Bial que aprendeu muito ao interpretar o cantor Simonal em musical, em 2015. O ator lembrou que o músico sofreu com racismo na época da ditadura militar por causa de seu estrondoso sucesso.

Questionado sobre a maior lição que interpretar Simonal trouxe, Ícaro foi direto: 

“Nenhum status social vai te tirar da sua condição de afrodescendente no Brasil. Eu acho que o Simonal caiu em uma armadilha, ele achou que ter dinheiro suficiente era fazer parte dessa branquitude, aqueles que estão no poder no Brasil desde sempre. Ele caiu, acreditou e foi em alguns sentidos reprodutor do racismo”, afirmou.

Dê sua opinião:

Tags