Corrente e mais 59 municípios do Piauí têm repasse do FPM bloqueado, isso porque os gestores deixaram de prestar informações sobre a aplicação de recursos. Os repasses de financiamento da saúde do Fundo de Participação de 62 municípios do Piauí foram bloqueados, segundo a Confederação Nacional de Municípios (CNM).

As prefeituras deixaram de homologar os dados do 6º bimestre de 2019 no Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (Siops). O prazo para regularizar a situação encerrou em 1º de março.

O prefeito Gladison Murilo Mascarenhas Ribeiro (Progressistas), além de não atender às demandas básicas da comunidade, ainda deixar de prestar informações referente aos valores recebidos pelo município.

O OUTRO LADO

A Prefeitura Municipal de Corrente, afirmou que o município não está com seu FPM bloqueado, com isso a assessoria do prefeito de Corrente nega a veracidade dos dados apresentados pela Confederação Nacional dos Municípios.

Dê sua opinião:

Tags